domingo, 1 de agosto de 2010

Falésias nos algarves

Carvoeiro, Lagoa. Fotografias de Rogério

Ó mãos alheias que não tendes consciência!
Que construís refúgios em falésias,
E albergais espécies migratórias indignas e egoístas!

Ó arribas imponentes e frágeis!
Que deixais outros ninhos pousar,
E revelais umas costas desgastadas e sofridas!

Ó águas salgadas que chorais!
Que rebentais de tristeza contra a costa,
E mostrais a vossa revolta e fúria!

Ó Lusitânia que não quereis ver!
Que deixais meus sentidos indignados,
E não lutais por este nosso litoral!

5 comentários:

Teté disse...

O que cada vez acho mais estranho é que ainda há muitos que se abrigam do sol debaixo dessas falésias, onde existem enormes cartazes a dizer que há perigo de desabamento...

Esta malta é parva, ou faz-se?

Beijocas daqui das tuas bandas! :)

N. Martins disse...

O planeamento do território em Portugal é desastroso ou simplesmente inexistente. É uma pena porque o Algarve tem tanto para oferecer aos visitantes e habitantes...

Claudia disse...

Hola, como estas ???
Permiteme presentarme soy Claudia administradora de un directorio de blogs y webs, visité tu página y me parece un exito, me encantaría contar con tu site en mi sitio web y asi mis visitas puedan visitarlo tambien.
Si estas de acuerdo no dudes en escribirme
Exitos con tu página.
Un beso
claudia.g.c000@hotmail.com

tonsdeazul disse...

Teté, olá
Sabes como é o perigo sempre suscitou a ousadia dos aventureiros ou talvez mais dos inconsequentes! ;)
Beijocas


Nem me fales, N. Martins! E então nos algarves nota-se bem o quanto cresceu sem ordenamento!
O Algarve ainda tem muito pouco para oferecer. Ainda está muito dependente de uma época balnear, mas está melhor que há uns bons anos. ;)


Olá Cláudia!
Estás à vontade para linkar o meu blogue no teu sitio web.
Depois dá-me o endereço do teu sitio web para eu conhecê-lo.
Até uma próxima!

Anónimo disse...

bom dia miúda!

um amigo

Pinturas populares (últimos 30 dias)