terça-feira, 20 de novembro de 2007

Carta ao coronel | 2

“Macondo, 30 de Julho

Coronel,

Escrevo-lhe desta terra maravilhosa que ainda resiste à guerra, desde que ela se instalou indefinidamente na nossa pátria. Certo de que há muito que não dou notícias, quero pedir desculpa e dizer-lhe que a sua casa está à minha guarda pessoal. Todos saíram daqui. Restam 3 soldados e um deles está coxo. Foi ficando sem esperança de que alguém do exército o viesse buscar para regressar. O comboio fez a última viagem no início do ano e desde então só recebemos por barco, e uma vez por mês, mantimentos (muito poucos aliás) para esse tempo.

Devo dizer que o capitão tem a sua fama em muito boa cotação. Eu sei que somos poucos, mas eu ainda conto. Eu admiro-o e limpo o seu quadro todos os dias de manhã. Tal qual faço a minha limpeza diária. E depois o pó não tem ajudado. O deserto tem avançado sobre a cidade e a poeira é cada vez mais insuportável.

Escrevo-lhe para mostrar o meu apreço pelo facto de a sua esposa ter descoberto que o senhor tem um filho bastardo. Não sei como ela terá reagido ao saber, mas queria deixar a minha consideração ao nosso capitão que nunca deixará o de ser. Temos pedido o fim da guerra a deus, para que possamos um dia estar aos seus comandos uma vez mais.

O seu filho
_______________
Autor:
Fernando Pessoa
Blogue: O Blog dos 5 Pês http://oblogdos5pes.blogspot.com/

13 comentários:

Marisa disse...

Esta está mesmo muito bem escrita. Interessante saber que o coronel podia ter tido um filho bastardo...
Os participantes estão com a imaginação em alta!! Como não tenho jeitinho nenhum para a escrita (e tu, tonsdeazul, sabes muito bem disso! :p) não participei, mas deixa-me dizer-te que recebeste boas cartas.
Espero pela próxima amanhã. :)
Bjs e esta noite encontramo-nos. Espero que não chova muito...

Rogeriomad disse...

Estás a pedir o fim da guerra, mas depois queres voltar aos comandos do Coronel?

Vais dizer-me que queres tornar-te num capacete azul...

Quando pedimos o fim da guerra só pensamos em regressar ao nosso lar... os únicos comandos que há são o da TV, aparelhagem, DVD, etc...

Envia esta carta em correio normal...

Podia estar melhor...

Venham as próximas...

Será que não terei uma carta que me arrebate o coração?
Ah! Saudades...

Rogeriomad disse...

Oh! Só agora vejo os comentários da Marisa... oh Marisa vemo-nos na 6ªfeira... fiz 3 apostas... é desta que ganho! :P

Rogeriomad disse...

Ah! Em relação à carta, gostava de salientar um pormenor:

"Macondo, 30 de Julho"

Coronel,

blá blá... treta para convencer o júri... blá blá...

O seu filho."

Isto de facto é uma carta...

Teté disse...

Tenho seguido as cartas, mas os comentários guardo-os para o fim, OK? (já pareço os jogadores de futebol a falar)

un dress disse...

querida tons...

caí aqui assim no meio!...

volto no próximo post!!





abraÇo.bejO:)

tonsdeazul disse...

Marisa: Contigo não falo, porque já falamos tudo ontem pessoalmente. :) Beijos amiga linda

Rogeriomad: Continuas com muita garganta!! Sorte que eu já te conheço. :)

Teté: Sim é uma boa forma de te pronunciares. Já só faltam mais duas. Até lá.

Un dress: Conto também com a tua participação na votação da melhor carta ao coronel. Beijos

Marisa disse...

Rogeriomad cá estou novamente.
Fizeste 3 apostas? E é desta que ganhas? Ganhas o quê? Tu que nem sequer tiveste a coragem de participar com a tua carta arrebatadora!! Sim, porque sempre gostava de ler algo escrito por ti. Devia ser uma coisa de me tirar a respiração pelo menos por uns bons momentos!! :D
Vá, vá vê lá se te deixas de coisas... :)

Rogeriomad disse...

Marisa...

Eu sou do género de homem que para tirar a respiração pelo menos por uns bons momentos a uma mulher... lanço um peidico engarrafado!
Olha que resulta... ;) eheh
- Que cheirico...
- Foste tu?
- Ai! és um amor!

Quanto à escrita...
Deixo para quem a sabe utilizar...
Literatura não é comigo...

No entanto, se a tonsdeazul receber no e-mail 500 mensagens a pedir a minha participação... terei que recusar... pois só aceitarei à 501ª mensagem...

Marisa disse...

Rogeriomad: Realmente tens sempre uma grande capacidade de surpreender-me! :) Mas já pensaste em mudar a tua estratégia com elas? Com certeza que terias muito mais sucesso!! Ehehe

Literatura não é contigo? Hum... não sejas modesto! Quem te ouvir até vai acreditar que nunca pegaste num livro! Agora... até acredito que no que toca à escrita, sejas exactamente como eu... nunca sai nada. :)
501ª mensagem? Não fazes por menos, mas isso arranja-se fácil, fácil. :)
Um abraço e vê lá se colocas o teu lado sério na crítica.

Anónimo disse...

olá Rogério!!tanto tempo:)devo concordar com a Marisa.. falas, falas mas escrever que é o que está em causa nada..vou tentar arranjas as 501 alias vou arranjar 502 pra te motivar e cativar à escrita..

tons de azul se calhar tens que desafiar ao Rogério a escrever boa??

agora no que diz respeito a carta penso que é graxa e parece uma novela mexicana..filho bastardo??se calhar não é uma carta que se espere..porque se calhar o coronel vai ficar triste em ter perdido tanto tempo sem o filho?'não sei..penso eu..mas não deixa de ser uma ideia engraçada..boa sorte pra sexta..:)
bijinhos vane:)

Marisa disse...

Ai Vane que tu hoje acordaste com a língua afiada! Então achas que esta carta parece uma novela mexicana? Não li nada que se parecesse com uma história dramática até à exaustão. E as novelas mexicanas são muito, muito más e o conteúdo desta carta nem se aproxima e nem é de má qualidade. Esta é a minha opinião, claro! Agora considero que está muito bem escrita e o seu sentido imaginativo é muito bom.

E outra coisa... Tenho pena que as críticas por aqui, limitem-se a nós os três, pois gostaria de partilhar outras opiniões. Parece-me que os visitantes da tonsdeazul ficaram tímidos. :)
Ó azulada bem me disseste que irias ficar isenta nas tuas opiniões, mas podias escrever também qualquer coisa!!

Anónimo disse...

Oi Marisa..não fui assim tão má..
enquanto a novela mexicana era no sentido de ser uma história já conhecida..só faltava uma carta de um irmão gémeo do coronel que foram separados no hospital..foi mas nesse sentido..
Mas tem uma boa escrita..

Pinturas populares (últimos 30 dias)