quinta-feira, 15 de março de 2012

A lenda de Melides

Castelo dos Mouros, Sintra

Nesta lenda de Melides tudo começa durante o cerco montado à cidade de Lisboa, no tempo em que reinava o nosso primeiro rei, D. Afonso Henriques. Ao que parece, O Conquistador com receio de ser atacado de surpresa, terá enviado uns vinte cavaleiros até Sintra com a intenção de espiar os seus inimigos. Os mouros, ora claro está!

Os vinte cavaleiros, comandados por D. Gil, puseram-se a caminho, dando cumprimento à sua missão. Só que, como até iam um tanto ao quanto amedrontados, decidiram subir a serra pela costa até Colares. Chegados aí, tinham de conseguir passar despercebidos para não serem chacinados por um temível chefe mouro de Colares. Este ao que parece tinha uma certa fama de matador de cristãos! Albernoz, assim se chamava.

No caminho entre Colares e o Penedo, os vinte cavaleiros foram então surpreendidos não por Albernoz, mas por Nossa Senhora, que lhes terá dito: «Ide, que mil ides». Os vinte cavaleiros ao ouvirem estas confiantes palavras encheram o peito de coragem e ao fim de cindo dias de viagem atacaram o inimigo sem dó, nem piedade. Nesta batalha cruel, os sarracenos foram derrotados e os nossos bravos cavaleiros conquistaram o Castelo dos Mouros. E em lembrança à Nossa Senhora, que tanto lhes ajudou na campanha, foi erguida a Capela de Nossa Senhora de Melides.

5 comentários:

Miguel Pestana disse...

Adorei a lenda!
Adorei a foto do castelo!

Tenho imensa curiosidade em visitar Sintra.

Abraço


silenciosquefalam.blogspot.com

Landa disse...

Sintra é um dos locais mágicos do nosso país e recheado de lendas. Merece sem dúvida ser divulgado.

Wicahpis disse...

Pela primeira vez respondi a uma TAG no blog e uma das regras era fazer outras 11 perguntas para 11 pessoas responderem e gostaria muito que tu respondesses ;)
Basta ires ao meu blog e copiares as perguntas e responderes **
Beijinhos** e boas leituras ;)

Teté disse...

Também achei a fotografia do castelo espetacular! :)))

A lenda não conhecia, mas só um povo demasiado crédulo pode alguma vez acreditar que a Nossa Senhora alguma vez interviria de modo tão significativo para interceder ledo lado luso, numa guerra. Por mais santa que fosse... :D

De qualquer forma, já sabes que adoro lendas! :)

Beijocas!

tonsdeazul disse...

Miguel Pestana, obrigada!
Sintra vale a pena conhecer. Há poucos lugares tão místicos e deslumbrantes como esta vila. A Quinta da Regaleira e o Castelo dos Mouros, bem como o Palácio da Pena e os seus jardins foram dos locais que mais gostei. Ainda por cima apanhei nevoeiro (como podes reparar na foto), o que tornou tudo mais encantado. :)
Espero lá voltar para descobrir outros recantos.
Um abraço


Concordo contigo, Landa! :)
É um lugar que não se pode deixar de conhecer.


Wicahpis, obrigada pelo desafio que me lançaste. Provavelmente não irei dar continuação por falta de tempo. Se conseguir dar um saltinho ao teu espaço, respondo às questões por lá mesmo.
Boas leituras!


Obrigada, Teté! :) Acho que o nevoeiro ajudou a que ficasse mais bonita...
Pois esta também não conhecia e como lhe achei piada, partilhei.
Beijocas

Pinturas populares (últimos 30 dias)