domingo, 6 de abril de 2008

O artista ou o banqueiro?

O Homem SentimentalQuando morreres chorar-te-ei a valer. Aproximar-me-ei do teu rosto para beijar com desespero os teu lábios num último esforço, cheio de presunção e de fé, para te devolver ao mundo que te terá relegado. Sentir-me-ei ferido na minha própria vida, e considerarei a minha história partida em dois por esse teu momento definitivo. Fecharei os teus renitentes e surpreendidos olhos com mão amiga, e velarei o teu cadáver esbranquiçado e mutante toda a noite e a inútil aurora que não te terá conhecido.

Com estas três passagens dou-vos a conhecer pequenos instantes do livro O Homem Sentimental, de Javier Marías.
Um cantor de ópera, conhecido como o Leão de Nápoles é o narrador desta entusiasta história de amor. No início, o cantor questiona-se se deverá contar os seus sonhos. No entanto, acaba por descrever o seu sonho daquela manhã. Numa das suas visitas a Madrid para interpretar o Otelo de Verdi vê-se envolvido por uma mulher casada, Natalia. Manur, o marido, arranja-lhe um acompanhante, "o imperturbábel senhor Dato", para a entreter em todas as horas do dia. E são estes quatro personagens que dão corpo a este envolvente sonho ou talvez realidade! Onde o verdadeiro "homem sentimental" parece ser o artista, mas que no final talvez seja o banqueiro!
Para o autor, «O Homem Sentimental é uma história de amor na qual o amor não se vê nem se vive, mas que se anuncia e recorda». E pergunta-se: «Pode isto acontecer?»

15 comentários:

Fernando Pessoa disse...

vou ter de ler esse livro :) definitivamente foste a melhor publicidade que ele poderia ter arranjado, é que eu pelo menos fiquei cheio de vontade de o ler?

espero poder responder à tua questão depois de o ler...

Teté disse...

Não li, mas também fiquei curiosa.

De qualquer das formas, suponho que no amor tudo pode acontecer... ;)

Jinhos!

Plum disse...

Grande sugestão!Não conhecia!Abraços!***

carteiro disse...

Três posts seguidinhos sobre este livro :) Podias ter logo deixado escrito "LEIAM ESTE LIVRO!!!"

Estava a brincar. É óptimo ver o entusiasmo que este livro te despertou, assim como a vontade de partilhá-lo :)

Um beijinho.

tonsdeazul disse...

Fernando Pessoa,
Bem agora que te convenci a ler o livro, espero que gostes mesmo de o ler! :)
Quanto à questão, refiro que ela não é minha, mas sim do autor. Mas fico na mesma à espera da resposta! :)
Um abraço


Teté,
Se te suscitou curiosidade já é muito bom! :) E sem dúvida que em questões de amor, tudo pode mesmo acontecer!
Beijos


Plum,
Sim este autor tem uma escrita muito boa! Vale a pena conhecê-lo!
Abraço


Carteiro,
Vejo que a tua vontade de escrever voltou!!
Pois podia, mas desta vez quis fazer diferente. Sempre igual também cansa!! :)
Sim o livro tem passagens fascinantes e estas três quis mesmo partilhá-las.
Beijinho

su disse...

Bem, foi a melhor coisa que fizeste: definitivamente, anunciar o livro...andamos aqui cheios de curiosidade e vamos ter de a satisfazer! Falo por mim!!!
Há algo na intensidade dos sentimentos que só pela simples experiância e vivência dos memsos os torna materializados, portanto, acontecem. Simplesmente acontecem.

O Autor disse...

«... é uma história de amor na qual o amor não se vê nem se vive, mas que se anuncia e recorda». E pergunta-se: «Pode isto acontecer?»

Que grande definição daquilo que eu sinto pelo FCPorto!!! Fiquei com vontade de ler o livro!! eheh

beijinhos!!

Ad astra disse...

curiosidade aguçada...

beijinhos

ogajodopetroleo disse...

1 2 3
macacinho
duxinês

tonsdeazul disse...

Su,
Se o leres, depois terás de me contar se gostaste! :)
E ainda bem que acontecem!


O autor,
Pois só podias ser tu!! :) És mesmo doido! Já tinha saudades...!! Ehehe
Mais beijinhos


Ad astra, olá
Então espero que mates essa curiosidade aguçada!!! :)
Beijo


ogajodopetroleo, olá
Então já está tudo bem?
Pronto, pronto não insistas mais eu passo por aí para brincarmos ao macaquinho do chinês!!
Beijocas

Dalaila disse...

vou mesmo ter que ler, quanto so se pode acontecer, eu diria que no amor pode acontecer tudo, só não pode é acontecer que não exista

nana disse...

só por essas passagens...

passeia já em nós, esse homem sentimental.


obrigada.

Umabel disse...

Já me abriste o apetite... e logo eu que estou proibida de entratar na Fnac e Feiras do Livro... oh desgraça!!

Beijinhos com intenso carinho e bom fds...

p.s. obrigada pela visita e por me dares a conhecer este belo espaço

Umabel disse...

E esse cão do teu perfil com esse gato... está fantástico! :D

tonsdeazul disse...

Dalaila,
Se o leres fico à espera da tua opinião! :)
Sim é triste quando ele deixa de existir em nós!


Nana, olá
:) Então ainda bem que "O Homem Sentimental" tem marcado bem a sua presença!


Umabel,
Ehehe Isso anda assim tão perigoso!? Não dá para andares por esses locais sem resistir à tentação!? :)
E não agradeças, porque não faz sentido! :)
Beijinhos e um fim-de-semana azulado!

Nota: Apresento-te então os meus animais: A minha cadela Nina e o meu gato Bill.

Pinturas populares (últimos 30 dias)