quarta-feira, 16 de junho de 2010

Fonte Mouro

Perto da cidade de Beja existe uma horta chamada Fonte Mouro. Conta a lenda, que esta horta pertencia a um abastado mouro, Albutassém, que tinha uma formosa filha chamada Aldonça.
Albutassém era rico e avarento e a sua filha era bondosa e crente em Alá. Um dia Aldonça apaixonou-se por um jovem cristão, Atanásio.
O pai de Aldonça ficou contra este amor e por isso Atanásio, certo dia, montou o seu cavalo e fugiu com a sua amada. Mas Alá que sabe dos desígnios dos homens não podia permitir a fusão das duas crenças. Assim, com o seu poder divino não permitiu que o amor dos jovens amantes se consumasse e transformou Atanásio em serpente e Aldonça numa fonte de água cristalina, que dizem que ainda hoje corre.
Diz a lenda, que em noites de luar a serpente vai beber à fonte para assim matar saudades da sua bela amada.
________________
Fonte: A Etnografia e o Folclore no Baixo Alentejo, de Manuel Joaquim Delgado

3 comentários:

Teté disse...

Eh, mais uma lenda...

Agora os nomes das personagens é que são de partir o caco a rir!!! :D

Mas gostei da história, que como sempre em amores contrariados, acaba tragicamente...

Beijocas!

ematejoca disse...

Acabo de saber da morte do Saramago. Fiquei muito chocada.
Nunca fui uma grande admiradora dele, mas ele sempre foi o 2º português a ganhar o Prémio Nobel.

Saudações da minha cidade!

tonsdeazul disse...

Achei muita piada a esta lenda, Teté! Realmente estes nomes dão vontade de rir e claro que tinha de terminar em tragédia! :)

Ematejoca talvez fosse tua intenção comentar na publicação acima... De qualquer das formas para mim a notícia de Saramago também foi um enorme choque. Era um dos meus autores preferidos. Sinto-me mesmo como se tivesse perdido um amigo. Sinto-me de luto...

Pinturas populares (últimos 30 dias)