terça-feira, 8 de julho de 2008

Azul 1 | "Escrever sem querer"

Nunca sei o que escrever quando tenho que escrever,
Gosto mais de sentir do que dizer,
E sentir, mesmo sem querer…É escrever.
Hoje sinto, digo e escrevo.
Mesmo que as nuvens ocultem o meu céu dos sonhos e da inspiração,
Mesmo que seja noite e o escuro não seja em tons de azul
Eu vou sentir, dizer e escrever,
Porque hoje, mesmo sem te ver,
Eu sei sempre o que escrever…
_______________
Autor: O autor
Blogue:
http://surrapa.blogspot.com/

5 comentários:

su disse...

Há sempre um tom de azul que paira por detrás das sombras cinzentas...as sombras são feitas para desaparecer! :))

Rogeriomad disse...

Poxa! Estou apaixonado!
Vou saltar-te em cima quando te vir... e depois tu dizes e escreves-me o que estás a sentir...

ahah

Está bonito, sim senhor...

Abraço

Teté disse...

E continua a escrever, sempre que o puderes fazer... :)

Kátia disse...

Escreva que eu deleito-me!
:)
P.S:Perdi o prazo...:(
Tive um probleminha no pc de casa...e no trabalho não deu tempo...tou atolada...ai,ai...ainda vale mandar?

tonsdeazul disse...

Kátia, olá
Não fiques triste por não participares neste desafio, pois haverão muitos mais em que terás a oportunidade de colocar toda a tua veia artísitica no papel. :)
Beijinhos

Pinturas populares (últimos 30 dias)