terça-feira, 24 de junho de 2008

"Tenho uma manta azul...

algures entre S.Pedro de Moel e a Nazaré
que nunca posso dobrar.
Tenho imensas moedas,
que não posso contar.
Tenho uma bola de oiro
e não a posso olhar."

12 comentários:

Teté disse...

O céu é um maná de riquezas...

Gostei muito da citação. Sabes de quem é?

Jinhos!

tonsdeazul disse...

Teté, olá
Ora aí está! O Céu tem mesmo muito com que nos deslumbrar!
Esta citação é uma adivinha, mas no livro não fazia referência ao autor.
Beijinhos por inteiro para ti! :)

ruinzolas disse...

É a Lua!

tonsdeazul disse...

Ruinzolas, olá
Porquê a Lua!? Estás a gozar, não!? :)

ruinzolas disse...

toa falá cériu
Hora b.

A Lua em uma manta azul que não pode dobrar e que é o céu.
A Lua tem imensas moedas que não pode contar e que são as estrelas.
E não as pode contar porque são infinitas.
A Lua tem uma bola de oiro e não a pode olhar porque quando há Lua não há Sol.

ruinzolas disse...

Pode não ser verdade mas que é uma bela justificação ninguém pode negar.

tonsdeazul disse...

Sim não posso negar que é uma boa justificação! Muito bem pensado! :)

ruinzolas disse...

toma! toma!

MARNUNEFREI disse...

Importante demais para ser ignorado!!!

A coisa mais importante que farás na vida é ver este documentário até ao fim!!!

http://www.zeitgeistmovie.com/


Ao princípio parece enfadonho… but nothing could be further from the truth!!!!

Por aquilo é que é mais sagrado, POR FAVOR!!!, vejam este documentário!!!

su disse...

Está espectacular...falar assim do céu é muito mas muito bonito!

:)))))

Kátia disse...

:)
Lua,Sol...que poderá ser?
;)

Dalaila disse...

sem fim

Pinturas populares (últimos 30 dias)