terça-feira, 20 de maio de 2014

«Maus», de Art Spiegelman


Já falei desta obra de Art Spiegelman por diversas vezes e agora volto a falar de Maus, porque na semana passada, dia 16 de maio, soube do lançamento desta nova edição num único volume pela Bertrand Editora. 

A publicação em português dos dois volumes de banda desenhada estava desaparecida fazia bastante tempo e por isso foi com surpresa e com imenso agrado que soube desta feliz notícia, que agora partilho aqui com todos vocês.

Maus não é mais um livro sobre o Holocausto, mas sim o livro que todos deveriam ler. Através da BD, Art Spiegelman conta-nos a história de seu pai, Vladek Spiegelman, um judeu sobrevivente da Europa de Hitler. O processo utilizado pelo o autor, onde os Nazis são os gatos; os Judeus, os ratos; os polacos não-judeus, os porcos e os americanos, os cães, faz deste clássico da BD uma obra extremamente crua, perturbadora e tocante. 

3 comentários:

Teté disse...

Não conheço, mas acho uma péssima ideia os gatos serem os maus da fita. Desde o Disney e aquele antipático e todo perfeito Mickey! Bah!

Quanto aos álbuns, vou ver e os encontro na Feira do Livro, para pelo menos dar uma espreitadela... :)

Beijocas

tonsdeazul disse...

Ahahah Ó Teté não sejas assim. Como não simpatizo muito com gatos não levei o assunto a peito. ;)

Quanto aos álbuns já não são dois, mas sim um. Esta nova edição da Bertrand está num único volume. O que também é uma boa poupança. :) E se gostas de BD vais gostar desta obra-prima!

Beijocas

Rogeriomad disse...

Tété... os gatos têm um lado "dark" que tu pelos vistos ainda não conheces... já li este livro! Vale bem a pena...

Pinturas populares (últimos 30 dias)