segunda-feira, 12 de maio de 2014

«A grande loucura» de Selarón



Escadaria do Convento de Santa Teresa no Rio de Janeiro, Brasil

«A grande loucura» de Selarón, pintor e ceramista autodidata chileno, pode ser vista e apreciada à medida que subimos os 215 degraus da escadaria do Convento de Santa Teresa, no Rio de Janeiro. 

Esta obra de arte teve o seu início em 1990 e é uma grande homenagem do pintor ao povo brasileiro. Em 1998, quando a obra estava quase pronta, Selarón teve conhecimento de um lugar que vendia azulejos europeus para colecionadores, então teve a ideia de trocar os azulejos já postos, por outros que ia comprando, transformando a obra "mutante, uma obra de arte viva". E assim, pouco a pouco, a escadaria tornou-se numa verdadeira coleção de azulejos de todo o mundo, com mais de dois mil azulejos diferentes.

Para além do Brasil, a escadaria de Selarón tem azulejos de mais 47 países tais como: Portugal, Espanha, Inglaterra, Escócia, Irlanda, Alemanha, França, Marrocos, Holanda, Grécia, Itália, Iraque, Síria, Paquistão, Índia, China, Japão, África do Sul, Nigéria, Argentina, Chile, Perú, Bolívia, E.U.A., entre muitos outros países. 

Selarón teve ainda a oportunidade de pintar alguns azulejos, que também estão expostos nesta enorme montra de arte e refere num deles, logo à entrada da escadaria, que só "acabarei este sonho louco e inédito no último dia da minha vida..."

Foi encontrado morto na escadaria na manhã do dia 10 de janeiro de 2013.

2 comentários:

Teté disse...

Estive no Rio de Janeiro há alguns anos, mas na época ainda não existia essa escadaria. Que parece lindíssima... :)

Beijocas

tonsdeazul disse...

E provavelmente, na época em que foste, também não havia tanta violência...
Quanto à escadaria vale a pena conhecer e subi-la. Fica perto do Bairro da Lapa e considero que é pouco conhecida pelos cariocas. Já os turistas também pouco ouviram falar desta escadaria de Selarón e são mesmo poucos os que a visitam.
Beijinhos

Pinturas populares (últimos 30 dias)