sábado, 3 de abril de 2010

"alimento para a alma, não para o corpo"

Basílica de S. Pedro, Roma«O grande tesouro tinha sido tirado do lugar pelos sarracenos; o altar-mor foi revestido com placas em prata e ouro e decorado com um crucifixo em ouro maciço, coberto de pérolas, esmeraldas e diamantes; por cima dele, foi suspenso um cibório em prata pesando mais de mil libras, colocado sobre quatro colunas do mais puro mármore travertino, ornamentado com grinaldas de lilases. O altar era alumiado por lâmpadas suspensas por correntes em prata, ornadas com esferas em ouro. A sua luz tremeluzente iluminava um verdadeiro tesouro de cálices com jóias encrustadas, estantes em prata, ricas tapeçarias e cortinas em seda. A grande basílica brilhava com um esplendor que excedia a sua antiga magnificência.

Joana ficou preocupada ao ver as grandes quantias de dinheiro retiradas do tesouro papal. Leão tinha recriado um santuário de uma beleza inspirada, mas a maioria daqueles que viviam à sombra desta magnificência esplendorosa passavam os seus dias numa pobreza embrutecedora e degradante. Uma só das salvas em prata maciça de S. Pedro, fundida e transformada em dinheiro, podia alimentar e vestir a população do Campo de Marte durante um ano. Será que o culto a Deus exigia mesmo tal sacrifício?»
A Papisa Joana, de Donna Woolfolk Cross

3 comentários:

Teté disse...

Não conheço o livro e também não identifiquei a Igreja. Assim, resta-me desejar-te uma Feliz Páscoa! (preferencialmente com muitas amêndoas e chocolatinhos...) :)

Beijocas!

tonsdeazul disse...

Basílica de S. Pedro, Vaticano, Roma. :)
Quanto ao livro, só posso dizer que é muito bom! A força da personagem principal, Joana rende qualquer leitor! Uma leitura apaixonante!
Muitos doces não, que não é aconselhável! lolol
Beijos

Graciela disse...

Tanta riqueza justificada como parte de la historia, cumpliría mejores propósitos si ayudara a combatir la pobreza en el mundo.
Sería el mejor ejemplo a seguir.
Me adhiero a tus deseos y Felicidades para tí!
Art, Love & Peace.

Pinturas populares (últimos 30 dias)