sexta-feira, 26 de setembro de 2008

"A Metamorfose"

“Um dia de manhã, ao acordar dos seus sonhos inquietos, Gregor Samsa deu por si em cima da cama transformado num insecto monstruoso. Estava deitado de costas, sentia a carapaça dura e, ao elevar um pouco a cabeça, via a barriga arredondada, de cor castanha, dividida em faixas rígidas arqueadas, e no alto dela a coberta da cama em equilíbrio instável, quase a resvalar. As muitas pernas, penosamente finas em comparação com a sua actual corpulência, tremiam diante dos seus olhos perplexos.”

A Metamorfose, de Franz KafkaAssim começa esta obra fascinante e perturbadora de Franz Kafka. A Metamorfose narra a história de Gregor Samsa, um caixeiro-viajante que um dia acordar assusta-se com a sua transformação em insecto.
Inicialmente Gregor conta com o apoio da família, principalmente da irmã, mas com o passar dos dias começa a ser um fardo muito pesado. A sua presença em casa torna-se insustentável e passa a ser marginalizado e ignorado pela sua própria família. Os seus dias de sobrevivência reflectem-se então em angústia, desespero e solidão. Para a família, Gregor não passa de um insecto repugnante que têm de suportar, pois é filho e irmão. É o peso da obrigação!
No final, os pais e a irmã finalmente conseguem alcançar a libertação e juntos partem com esperanças num novo futuro.
Kafka é admirável! Com esta história inquietante, o autor coloca-nos perante questões tão actuais, tais como a solidão, a exclusão, a descrença, a diferença e a individualidade humana, entre outros.
Uma boa sugestão de leitura para o Outono que ainda agora chegou!

11 comentários:

Canochinha disse...

Este foi um dos que comprei da colecção do DN, mas ainda não tive oportunidade de ler... Parece ser bom!

tonsdeazul disse...

Canochinha, olá
Dos 30 da colecção do DN apenas adquiri 10. Já os li e aconselho-os.
Gostei especialmente deste que refiro hoje, "O Ingénuo", de Voltaire, todos os de Dostoiévski e "O Retrato", de Nikolai Gógol.

Fernando Pessoa disse...

também fiz a colecção do DN, e estou a ler Rilke, cartas a um jovem poeta, e espero ler mais alguns porque é uma boa selecção.

já este, li há uns anos e gostei bastante.

bom fim-de-semana

Teté disse...

Li este livro há muitos anos e confesso que não gostei. Talvez não o tenha entendido, que é o mais provável.

Achei muita piada a um comentário da Beatriz (a dos corpos celestes), que dizia para a outra: "Vê o Ulysses, por exemplo. Ninguém me convence nunca que essa parvoada sem pés nem cabeça é uma obra prima." E é engraçado, porque esse então nem consegui ler. Enfim, existem livros que são considerados grandes obras da literatura, mas se não os entendemos (coisa que difere de pessoa para pessoa), não há nada a fazer... ;)

Beijocas e bom fim de semana para ti!

tonsdeazul disse...

Sim tinhas-me dito Fernando Pessoa. Esse não cheguei a comprar. Tive mesmo de fazer uma selecção senão daqui a nada tenho um monte de livros que demorarei eternidades a ler! :) Estás a fazer a colecção da revista Sábado?
Um abraço e um óptimo fim-de-semana também para ti!

Teté terei de aconselhar-te a lê-lo novamente. :)
Por vezes lemos em situações não propícias à leitura. Claro que também há aqueles que não vale mesmo insistir, pois por mais que se pegue não atinamos com eles! Se voltares a pegar neste acredito que irias lê-lo com outros olhos. :)
Beijinhos e este fim-de-semana passeia muito

drm disse...

bela malha!

O autor disse...

Por acaso já li este livro...aliás foi um dos livros que levei quando fiz a minha a ventura checa!! Gostei do livro e até estive em casa do rapaz (Franz Kafka)!! ehehe

Posso aconselhar outro escritor do mesmo pais...que por acaso tb já tive em casa dele o nome é Milan Kundera...li em tempos "a valsa do Adeus"!!

beijinhos

tonsdeazul disse...

O Autor, olá
Nunca li nada desse outro autor que sugeres, apesar de já ter ouvido falar dele. Vou tomar nota para próximas leituras. :)
Beijinhos

Nota: Bem... rapaz tu andas na casa de toda a gente!! LOL

Ad astra disse...

Olà
Vou deixar a preguiça e o cansaço e descansar em Tons Azuis

Beijinho com saudades

.: Mr Brightside .: disse...

Metamorfose? Escrito por um checo judeu da altura da segunda guerra. Logo aí se veria que ele podia não bater mt bem...

Síntese do livro: Um jovem acorda um dia e está transformado num escaravelho, o pai atira-lhe uma maça que fica presa na assas , infecta e ele morre.........

nao gostei

Fernando Pessoa disse...

apoiado :)

Pinturas populares (últimos 30 dias)