quinta-feira, 15 de maio de 2008

"A Rapariga Que Roubava Livros"

Tantas vezes reparei em ti nas prateleiras de tantas livrarias, mas as minhas mãos e vontade não te quiseram levar para casa. Numa noite de Primavera, o meu irmão reparou em ti e levou-te para mim. E nessa mesma noite comecei a ler as primeiras páginas da tua história.

MORTE E CHOCOLATE

Primeiro as cores.
Depois os humanos.
É geralmente assim que eu vejo as coisas.
Ou, pelo menos, tento.


EIS UM PEQUENO FACTO
Vocês vão morrer.

[…]

REACÇÃO AO FACTO
ACIMA MENCIONADO
Isto preocupa-vos?
Peço-lhes – não tenham medo.
Sou seguramente justa.

A Morte é quem nos conta a história da rapariga que roubava livros. Liesel é uma miúda, que foi entregue pela mãe, durante a Segunda Guerra Mundial, a uns pais adoptivos e que passa a viver a sua infância, nos arredores de Munique, mais precisamente na Rua Himmel.
A Morte viu-a três vezes e três foram os livros que a rapariga que roubava livros roubou. Não vos irei contar onde e quando a Morte se cruzou com Liesel, mas conto-vos sobre os livros roubados.
O Manual do Coveiro, o seu primeiro livro roubado, rouba-o durante o enterro do seu irmão. O segundo, O Encolher de Ombros, rouba-o a uma fogueira, em plena praça de festejos ao aniversário do Füher (o homem que lhe levou a mãe). E por fim, O Assobiador, rouba-o da biblioteca da mulher do presidente da câmara (a mulher que lhe viu a roubar o segundo livro e que começou a deixar a janela aberta).
Outros livros ela recebeu de oferta (de Hans, o pai adoptivo que lhe ensinou a ler e de Max, o pugilista judeu que tinha cabelos de penas) e muitos outros ela voltou a tirar da biblioteca que tinha sempre uma janela aberta.
É com a ajuda de Rudy (o rapaz que ansiava por um beijo de Liesel) e também através dos livros roubados e oferecidos e das palavras (que mais tarde começa a escrever na cave), que Liesel sobrevive a uma Alemanha do Heil Hitler.
A Rapariga Que Roubava Livros, de Markus Zusak é um livro que nos enche de uma contradição de sentimentos e que fará, com toda a certeza, parte dos livros da minha vida.

21 comentários:

Canochinha disse...

Já ando com este livro debaixo de olho há imenso tempo, mesmo antes de ter sido publicado em Portugal. Todas as opiniões que leio são positivas! De certeza que não vai escapar :)

humming disse...

Ao tempo que passo por este livro, primeiro na secção de livros em Inglês e agora na literatura traduzida. Deixou-me curiosa, mas a capa... Afastou-me.

Nem cheguei a ler o teu post todo. O certo é que se leste e gostaste isso é suficiente para deixar a curiosidade substituir a relutância.

Agora já me vou deixar ir ver o livro da próxima que for à Fnac. ;)
(Daí que não te leia até ao fim, para manter o efeito surpresa)

Boas leituras.

Dalaila disse...

ai vou "roubar" esse livro das livrarias vu...

Teté disse...

Está aqui na prateleira, que é o livro que vou ler em seguida... :)

Deram-me um livro nos anos, que eu já tinha, e fui trocá-lo por este, mesmo antes de ter ouvido falar dele. Daí em diante, ainda não deixei de ouvir loas...

Jinhos e bom fim de semana!

Rogeriomad disse...

Diz lá quem é amigo, diz lá?

Plum disse...

Ler é um dos meus grandes prazeres!E fiquei tentada com esta sugestão!***

Anita* disse...

* eu roubo estrelas e distribuo pelos blogs que vale a pena parar ;)


**************** *

Ad astra disse...

boa! Sabes que comprei este livro esta semana?
Juro :)

Beijinho azul para ti

carteiro disse...

já muitas foram as vezes que olhei para este livro e... não é a primeira vez que ouço falar assim, tão bem dele.
bem me lembro de um dia em que entrei numa livraria e peguei nele. acabei por não comprá-lo, trazendo por sua vez dois livros de poesia.
mas a curiosidade tem aumentado nas últimas semanas e já (me) prometi que iria lê-lo até ao fim do verão...
obrigado por estares sempre afim de aumentar a curiosidade! :)
um abraço.

un dress disse...

roubei alguns

estarei atenta a este

[ por isso mesmo e não só ! :)







beijO

Maria Clarinda disse...

Inquietante, desafiante, triunfante e tr�gico� Um livro de grande f�lego, escrito de forma soberba� � imposs�vel parar de o ler.�
Guardian

Quando li esta cr�tica, fui procur�-lo e encontrei-o na Fnac, levei-o comigo, e engra�ado � que na hora de pagar a minha vontade foi fugir com ele debaixo do bra�o.
Adorei, neste momento tenho-o emprestado a algu�m que diz que gosta de roubar livros...s� espero que me devolva este.
Jinhos mil

jasmimdomeuquintal disse...

li-o há pouco tempo. Adorei!

nuvem disse...

Bem... Deixaste-me mesmo com vontade de ler este livro!

A ver se o roubo um dia destes hehehe :p

Beijoquinhas

su disse...

Estou a lê-lo e a devorá-lo...o taliesin já mo tinha oferecido há algum tempo mas só agora estou a poder ler com um pouco mais de calma que ainda não é total...deverá ser um dos Fora da Prateleira em breve, quando tiver tempo!
Muito bom.

:)))

ContorNUS disse...

Sem dúvida que desta maneira aguças o apetite a quem por cá passa ;)

Raí Urquiza disse...

Já li e reli este livro tantas vezes, que já não sei conta-las. E ainda não consegui perder o encanto e, admito, choro em alguns passagens, que me são tocantes. Ótima sua resenha. Primeiro visita ao blog, mas voltarei com muito gosto. Abraços fortes do Brasil.

Raí Urquiza disse...

Pra quem interessar, essa é a capa da versão brasileira.
http://bit.ly/eu44dh

miGuel pesTana disse...

Já estive para comprar este livro, mas ainda não o tenho.

Se calhar tenho de o roubar!!!


Excelente blogue..


silenciosquefalam.blogspot.com

Nina Porcelain Lennitta disse...

Também eu andei a namorá-lo nas prateleiras, repleta de contradições, já não me recordo bem porquê. Provavelmente são as contradições que emanam do livro, que se escapam dele para fora, que nos entram pelos olhos, ouvidos, boca e inundam o cérebro e tomam conta dele, ou, talvez, apenas lhe acentuem as contradições que ele guarda já...

Anónimo disse...

Eu vou ter de ler um livro e vi este na biblioteca e chamou.me a atenção. Tentei saber mais dele e li os vocos comentarios e como são todos positivos eu vou-me por nessa aventura e vou le-lo! Obrigada por esses comentarios pk tenho a certeza que vai ajudar mais gente

Leitora disse...

Olá
Este é um livro que vou ler no ano de 2015 e ver o filme também.
Beijocas e boas leituras;)

Pinturas populares (últimos 30 dias)