segunda-feira, 9 de abril de 2012

Trilho de Idanha-a-Velha

Percurso: Pedestre 
Localização: Idanha-a-Velha, Idanha-a-Nova
Distância aproximada: 1,5 km 
Duração aproximada: 1 hora
Grau de dificuldade: Baixo

Depois de uma noite de descanso em Idanha-a-Nova, partimos em direção ao próximo destino, Idanha-a-Velha. Neste lugar o silêncio era rei. Enquanto por aqui andamos, só se ouvia o barulho dos passos dos turistas, que como nós exploravam a aldeia. Não fosse uma senhora na apanha da azeitona, a roupa pendurada nos estendais e os gatos estendidos ao sol, podia até ser uma daquelas aldeias abandonadas. 

O percurso para conhecer esta aldeia é bastante fácil, até porque aqui não há altos e baixos. Começamos pela porta norte, onde se encontra uma escadaria que permite subir a uma plataforma sobre as muralhas e ter acesso a uma vista panorâmica sobre Idanha-a-Velha e arredores. Depois seguimos caminho pelas ruas da aldeia onde encontramos a Igreja de Santa Maria (Sé Catedral), o Lagar de Varas, o Pelourinho, a Torre dos Templários e os Palheiros de S. Dâmaso . 

Depois de percorrer a aldeia ainda atravessamos a Ponte Romana e como o tempo estava quente, fomos até à margem do rio Ponsul para r
efrescar e relaxar.

Próxima paragem: Monsanto





7 comentários:

Isabel disse...

Andaste aqui por perto!
Monsanto também é muito bonito. Já lá não vou há bastante tempo.
Um beijinho

tonsdeazul disse...

Sim andei, mas em finais de outubro do ano passado, Isabel! :)
Já há algum tempo que queria conhecer as denominadas "Aldeias Históricas de Portugal" que se encontram nos distritos da Guarda e Castelo Branco.
Estes trilhos que tenho vindo a descrever iniciaram com Castelo Mendo e brevemente chegarão ao fim. ;)
Beijinhos

Teté disse...

Bom, os percursos estão a tornar-se mais acessíveis, 1,5 km e em terreno plano... até eu! :)

Beijocas!

Miguel Pestana disse...

Se gostas de caminhar, aqui na ilha temos percursos muito bonitos de se fazer e ver.

Já fiz várias "levadas" cá e encontra-se cada bela natural, que só vendo...

Se bem que umas levadas cá são muito arriscadas! Os turistas é que são os mais aventureiros e de vez em quando sofrem algumas "quedas", por vezes fatais :(

tonsdeazul disse...

Não cantes de contente Teté que em Monsanto já não será tão fácil! :)
Mas este trilho de Idanha-a-Nova é realmente muito acessível.
Beijocas


Têm sim senhor, Miguel Pestana. Eu própria posso confirmar essa mesma beleza natural da Madeira.
Já falei de alguns trilhos que por aí fiz: Vereda do Fanal, Vereda da Ponta de São Lourenço, Levada do Furado, Levada das 25 Fontes e Levada do Risco. Estão todos publicados nas tintas "Trilhos". ;)
E sim algumas não são proprimanete acessíveis ou fáceis de fazer, pelo menos não para quem não conhece a zona.
Um abraço

Miguel Pestana disse...

Humm..
Por acaso a ultima que fiz foi a das 25 Fontes, no VErão passado.


..vou dar uma olhadela então nos "Trilhos".

tonsdeazul disse...

Eu gostei muito da das 25 Fontes. Mas a verdade é que a Madeira tem zonas lindíssimas e que merecem bem um tempo de descanso só para contemplação. :)

Pinturas populares (últimos 30 dias)