terça-feira, 4 de setembro de 2007

Em busca de uma história

Se Numa Noite de Inverno Um Viajante de Italo CalvinoAgosto foi o mês de descanso, de praia e de colocar leituras em dia. Obviamente esta última foi uma tarefa não cumprida, pois eles, os livros, são mais que muitos! Entre os diversos livros que li houve um que se destacou pela sua diferença. Claro que todos os livros são diferentes entre si, mesmo os escritos pelo mesmo autor, mas este foi diferente do diferente. Acabei de o ler no último dia de férias e agora deixo-vos um cheirinho do início da história.

“Estás para começar a ler o novo romance Se numa noite de Inverno um viajante de Italo Calvino. Descontrai-te. Recolhe-te. Afasta de ti todos os outros pensamentos. (…)
Foi logo na montra da livraria que descobriste a capa com o título que procuravas. Atrás desta pista visual, lá foste abrindo caminho pela loja dentro através da barreira cerrada dos Livros Que Não Leste, que de cenho franzido te olhavam das mesas e das estantes procurando intimidar-te. Mas tu sabes que não te deves deixar assustar, que no meio deles se estendem por hectares e hectares os Livros Que Podes Passar Sem Ler, os Livros Feitos Para Outros Usos Além Da Leitura, os Livros Já Lidos Sem Ser Preciso Sequer Abri-los Por Pertencerem À Categoria Do Já Lido Ainda Antes De Ser Escrito. E assim transpões a primeira muralha dos baluartes e cai-te em cima a infantaria dos Livros Que Se Tivesses Mais Vidas Para Viver Certamente Lerias Também De Bom Grado Mas Infelizmente Os Dias Que Tens Para Viver São Os Que Tens Contados. Com um movimento rápido passas por cima deles e vais parar ao meio das falanges dos Livros Que Tens Intenção De Ler Mas Antes Deverias Ler Outros, dos Livros Demasiado Caros Que Podes Esperar Comprar Quando Forem Vendidos Em Saldo, (…) e dos Livros Que Todos Leram E Portanto É Quase Como Se Também Os Tivesses Lido.”

Desculpem-me. Italo Calvino surpreendeu-me logo na primeira linha, que agora não resisti e acabei por exceder-me na transcrição.
Confesso que comecei a ler o livro e minutos depois já estava a tentar fazer tudo aquilo que o autor me pedia. Arranjei a melhor posição para começar a ler, ajustei a luz, abstraí-me dos sons exteriores e tantas outras coisas.
Se Numa Noite de Inverno Um Viajante conta-nos muitas histórias dentro de uma história. O leitor é confrontado com várias situações inesperadas que o impedem de ler a suposta história do livro que adquiriu. Com isto o leitor dá consigo a ler a sua própria história. Um leitor desesperado que procura a história que parece nunca chegar. Pode-se até dizer que Calvino, com uma notável mestria, consegue causar no leitor uma sensação de frustração. De tal modo que, o autor interrompe as histórias nos momentos mais apaixonantes e depois perfidamente recusa-se a satisfazer o leitor.
Para terminar, refiro que este romance foi definido pelo próprio autor como um “romance sobre o prazer de ler”. Sendo assim, deleitem-se.

10 comentários:

Miss Alcor disse...

GENIAL!!!!!
GENIAL!!!!!
GENIAL!!!!!
Mas que sugestão maravilhosa!
Nunca li Italo Calvino, mas já sei por onde começar!

tonsdeazul disse...

Miss Alcor: Que susto!! Ehehe
Ainda andava eu aqui com actualizações e tu já cá andavas a gritar "GENIAL!!! GENIAL!!! GENIAL!!!" Ehehe
Obrigada. Isso é que são palavras calorosas. :) Olha eu também ainda não tinha lido nada dele. Até estava meio reticente devido ao título, mas como os livros não lidos são mais que muitos e eu estava decidida a baixar a quota, resolvi pegar num e pronto. Peguei neste e no fim vi que foi uma boa escolha. :)
Beijinhos

Di disse...

Pelo que contas, parece um livro que até dá vontade de ir a correr comprar. Vou esperar pela altura da lareira acesa para ler esse enquanto isso vou colocando minha leitura em dias com outros que estão à frente nas fila dos ainda não lidos.

Beijinhos...

Canochinha disse...

Esta transcrição é genial. Adorei as categorias de livros, especialmente a
"Livros Que Se Tivesses Mais Vidas Para Viver Certamente Lerias Também De Bom Grado Mas Infelizmente Os Dias Que Tens Para Viver São Os Que Tens Contados"! LINDO :)

Nunca li Italo Calvino, mas já tinha ouvido falar... Agora fiquei com a pulga atrás da orelha.

Daniela disse...

obrigada por visitares o meu blog, gostei dos teus comentários!

é verdade, conheço o eremita, nao o João! comecei a "frequentar" o blog dele desde que o ouvi na rádio comercial e gosto imenso. ya, se o convidarmos para os sonhadores anónimos, talvez ele aceite, quantos mais membros melhor! bora lá convidar?

beijoca e obrigada pelas visitas!

tonsdeazul disse...

Di: Fazes bem. No quentinho sabe bem ler. Se ao lado estiver uma caneca de cacau quente... nem se fala!! Ehehe
Beijinhos com muitas saudades


Canochinha: E eu é que tive de me controlar para não transcrever muito mais, pois muitos outros livros havia. :)
E não fiques com a pulga. Se tiveres oportunidade lê mesmo.


Daniela: Não tens que agradecer e se comentei é porque tive vontade de o fazer.
Ah! Eu pensei que conhecesses os dois. :) Eu conheço os dois. Ehehe É um rapaz impecável e tem um sentido de humor muito apurado. Eheh
Um beijinho e até uma próxima

carteiro disse...

Estas dicas de leitura que nos deixas são óptimas :)
E este, em especial, despertou-me uma grande curiosidade!! Por culpa tua, pois claro :) A energia com que o descreves não é para menos.
A lembrar-me, portanto, na próxima feira do livro.

tonsdeazul disse...

Carteiro: Acho que bem que me dês "graxa"!! LOL Sempre pode atenuar uma certa lista!! :)
Quanto à tua curiosidade... vais aguentar até à próxima feira do livro? :) Se a vontade for maior avisa que o "Express Mail" por aqui ainda funciona!!! Ehehe

carteiro disse...

ahahah :) :) :)
só agora li isto!
Só mesmo tu para me fazeres rir! Sim, eu aguento-me até uma próxima feira do livro, porque tenho uma série de livros em fila para ler (e reler). Há vontades que conseguimos aguentar algum tempo, e "os livros" tem de ser uma delas. Nada de "Express Mail" por agora... Não podemos atarefar demais os carteiros, coitaditos, que ainda caem de bicicleta com a pressa de entregar a correspondência ;)

dar graxa?? onde é que isso já se viu? :)

tonsdeazul disse...

Carteiro,
Pois... pois... não sei não!! Eheh

Pinturas populares (últimos 30 dias)