terça-feira, 5 de março de 2013

espelhos da vida


Andou durante largos anos à procura de si própria dentro dos espelhos da vida. Criou várias identidades e encarnou diversas personagens, mas nunca chegou a encontrar-se. Com o passar do tempo, a busca tornou-se inglória. Na verdade, não tinha vivido. Um dia, olhou para si refletida em mais um espelho e desesperou por não encontrar nada mais do que o vazio. Tinha sido sugada pelas personagens que tinha inventado.

3 comentários:

Teté disse...

Mal estaríamos se isso acontecesse a todos os contadores de histórias... :)

Beijocas!

ps - não sei se isto vai entrar, porque esta porcaria da verificação de palavras é uma treta. Está-me a pedir as duas, mas só mostra uma... :P

tonsdeazul disse...

Podes crer, Teté! ;)
Beijinhos

Nota: Eu sei. Também não gosto nada. Só coloquei, porque estava a receber imenso spam. Já retirei. Vamos lá ver se agora consigo passar uns tempos sem spam...

Paula disse...

Linda essa foto!

Pinturas populares (últimos 30 dias)