quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Maria Alevanta

Porto de Pesca em Olhão, Portugal

Maria Alevanta, assim me chamam as gentes daqui e de acolá. Ora me levanto, ora me sento. Ora me sento, ora me levanto. Vagueio por estas ruas todos os dias e todos os dias ora me levanto, ora me sento. Ora me sento, ora me levanto. Já há muitos e muitos dias que mais nada sei fazer.

Uns passam e não me veem. Outros olham e riem. Não sei bem se de mim ou se deles próprios. Há quem se aproxime e até meta conversa, mas esses são poucos e partilham a rua comigo. 

Agora os dias são mais frios e cinzentos. E as noites são tão geladas que até arrepiam os ossos! Mas eu não me deixo ficar. Calcorreio esta calçada todos os dias para ver as gentes a passar. E ora me sento, ora me levanto. E ora me levanto, ora me sento.

4 comentários:

Menphis disse...

Apesar de ter ido várias vezes ao Algarve só fui uma vez a Olhão e essa vez foi marcante: comi as melhores ameijoas à Bolhão Pato da minha vida :)

Teté disse...

Gostei muito do texto. A personagem é verdadeira ou fictícia? Quer dizer, Marias Alevantas devem existir muitas por esse país fora...

Beijocas!

Isabel disse...

Cada vez mais me dói ver uns com tanto e outros com tão pouco.

Gostei do teu post.
Um beijo e desejo-te um bom domingo!

tonsdeazul disse...

Só podiam ser mesmo muito boas essas ameijoas, Menphis! :)
Olhão não é uma cidade turística, mas é bastante pitoresca e merece uma visita.


Obrigada, Teté! Espero que esteja tudo bem contigo.
A Maria Alevanta é a senhora que se deixou fotografar. A história foi inventada por mim.
Beijinhos


Olá Isabel,
Obrigada. Todas as injustiças são sempre revoltantes. Não podemos baixar os braços.
Beijos e boa semana!

Pinturas populares (últimos 30 dias)