quarta-feira, 5 de abril de 2006

Maus I e II: Simples e Tocante

sumodoLIDLbroder disse...
"(...) por falar nisso...
óh tonalidade azulada, sim tu!... ainda nao vi dicas tuas a livros de banda desenhada?? como é? tu tás a falhar!??! (...)"


A pedido do sumodoLIDLbroder, as pinceladas na escrita do mês de Abril serão dedicadas à Banda Desenhada. Assim, optei pela colectânea MAUS I e II de Art Spiegelman, por ser uma obra de arte "brutalmente tocante" que me fascinou aquando os li. Através da BD, o autor comove-nos com uma história inquietante e crua sobre os acontecimentos do holocausto.
Assim, Maus I conta a história de Vladek Spiegelman, um judeu sobrevivente da Europa de Hitler e de seu filho, um autor de banda desenhada que tenta narrar a terrível história do pai e a própria História. O processo utilizado pelo o autor, onde os Nazis são os gatos e os Judeus são os ratos, resulta na perfeição!
Na sequela, Maus II, deparamo-nos com a história dos pais de Spiegelman. E Assim Começaram os Meus Problemas leva-nos dos barracões de Auschwitz até aos bungalows das montanhas Catskills.
Para terminar, Umberto Eco refere que "Maus é um livro que não conseguimos deixar a meio, nem mesmo que o sono nos assalte."

14 comentários:

acunhadacarecacujoscaracoisfugiramfalouedisse: disse...

São dois livros fascinantes e comoventes que retratam a brutalidade de outros tempos de uma forma crua, como se de um "jogo de caça" entre "gatos e ratos" se tratasse.
Leiam!

Bjokassssssssssssss

online disse...

Umberto Eco diz umas verdades:))

Eu deixo muitos a meio, para um dia os terminar:))

O beijo

Sara MM disse...

Nunca leio banda desenhada... desde o tempo dos Patinhas :o)

Mas adorei o nome desse sócio do LIDL
eh!eh!

BJs

Lagoa_Azul disse...

Há muitos anos que me esqueci de ler banda desenhada, aguçaste-me o apetite...

Tenho que voltar a ler,

Beijos com carinho

biguebroderatchimmmm disse...

ó Tom Azul tenho de te fazer uma venia...
Afinal sempre falas de literatura aos códradinhos!
E deixa que te diga começas mui bien! parabens pelo ponto de partida... "Maus" é uma daquelas séries de bd que devorei a algum tempo, mas tem um enredo tao bem mas tao bem escrito que que nao ha palavras, mas ha imagens e com alguma semelhança o caso do filme "a vida é bela".
Escrever sobre o holocausto que foi a 2ªguerra mundial, pode ser profundamente hilariante e traumatizante mas pelas situaçoes de esperança e magia vividas pelos personagens faz-nos reflectir sobre tao crueis actos que o Homem é capaz de encetar sobre a sua propria especie.

a terminar deixo esta reflexao ficcionada sobre o livro "Os caes do passado sao os gatos de hoje e todos nós os ratos de sempre, enquanto alguns srs do mundo nao pensarem como homens e mulheres".

365dias disse...

uma boa noite
bjs

cunhadita disse...

o biguebroderqualquercoisa com esta deixou-me de queixo caido... quem fala assim... ta constipado lol

bjokas

SumolBroder disse...

"Os caes do passado sao os gatos de hoje e todos nós os ratos de sempre, enquanto alguns srs do mundo nao pensarem como homens e mulheres".

meu? deixaste-me confuso!
que lavagem cerebral te fizeram?

Deixa-te de teorias...
Estamos a falar de BD!

daalgempaKu disse...

Bom fim Semana...
Vamos voltar...

perola&granito disse...

Bom fim de semana :o)

Um outro olhar disse...

eu esqueço-me muitas vezes da banda desenhada, faz muito tempo que não leio nada nesse formato.

é um caso a pensar, agora que focas esse ponto....

:)

Romeno disse...

fala da grande BD que o FCP deu ao SCP...

umacoisaemformade_assim disse...

gostei deste tom do teu azul :-)
eu também gosto muito de BD. Gostava de saber a tua opinião acerca do Manara....

dreams disse...

aos anos que já não leio banda desenhada...
boa lembrança...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Pinturas populares (últimos 30 dias)