terça-feira, 28 de maio de 2013

magriço

Vila Nova de Cacela, Portugal

Escapuliu-se assim que a viu. 
Talvez fosse um assustadiço. Ou talvez, quem sabe, um desconfiado com os estranhos. Na verdade não devia gostar cá de aproximações! 
O certo é que ela também não chegou perto. Tinha pavor de gatos. Chamou-lhe Magriço e virou-lhe costas. Já tarde, foi encontrar-lhe de olhos fixos a observar os seus passos. Não resistiu. A medo, disparou.

3 comentários:

luisa disse...

:)
Sei de uma que, ontem à noite, se encarou com um "Roliço" de pêlo branco aninhado no rebordo de uma parede. Ela fazia a sua caminhada diária. Ele observava os passantes.

Teté disse...

Não gostas de gatos? Coitadinho do bichano que devia estar mais assustado que tu, que ainda disparastes. Uma flashada, I presume! :)))

Beijocas!

tonsdeazul disse...

Ui, ui, Luisa! ;)


Não é que não goste de gatos, Teté... Só não gosto é de os ter por perto! ;) Trauma de infância.
Beijinho

Pinturas populares (últimos 30 dias)